Resultados cirúrgicos da tendinopatia insercional do tendão calcâneo com transposição do flexor longo do hálux

  • Paulo Sávio Batista Andrade¹
  • Altair de Paula Vargas¹
  • João Francisco Figueiró²
  • Thiago Alexandre Alves da Silva²
  • Wilel Almeida Benevides2
Palavras-chave: Tendinopatia; Traumatismos dos tendões; Tendão do calcâneo; Transferência tendinosa; Tenodese

Resumo

Objetivo: Analisar retrospectivamente procedimentos cirúrgicos realizados em pacientes portadores de tendinopatia insercional grave (mais de 50% de acometimento) do tendão calcâneo. Todos foram submetidos à cirurgia com desbridamento, ressecção dos osteófitos e do Haglund, associada à transferência do tendão flexor longo do hálux. Métodos: Vinte e três pacientes, sendo 13 do sexo feminino, com média de idade de 60 anos (variando de 50 a 75), somando 25 pés, avaliados pelo escore da American Orthopaedic Foot and Ankle Society (AOFAS) modificado. Resultados: Utilizando o escore AOFAS modificado, 78% dos pacientes se declaram satisfeitos, 95,7% recomendariam a cirurgia e tiveram uma melhora clínica significativa. Dois pacientes tiveram complicações de pele e apenas um persistiu com dor residual após 1 ano de cirurgia, com bons resultados na maioria dos pacientes. Conclusão: A técnica mostrou-se eficaz e com poucas complicações.
Publicado
30-06-2015
Seção
Artigos Originais