Resultados clínicos tardios de pacientes submetidos à neurectomia de neuroma de Morton

  • Miguel Flores do Amaral Neto
  • André Bergamaschi Demore
Palavras-chave: Neuroma; Doenças do Pé; Procedimentos cirúrgicos operatórios

Resumo

Objetivo: Avaliar os resultados clínicos de pacientes submetidosà neurectomia de neuroma de Morton, em pós-operatórios tardiosde mais de 10 anos. Métodos: Foram avaliados 25 pacientes, 33pés, submetidos à neurectomia por neuroma de Morton, entre1996 e 2006. Foi realizada avaliação dos prontuários, os pacientesforam contatados por telefone, convidados a participar respondendoao questionário Avaliação Clínica de Neuromas e graduando suador por meio da Escala Analógica. Resultados: A idade média dos25 pacientes foi de 53,84 anos na data do procedimento cirúrgico.Houve predomínio do sexo feminino (80%) e do pé esquerdo(57,57%). O espaço intermetatársico mais acometido foi o terceiro(87,87%). O tempo médio de pós-operatório desses pacientes foide 138,24 meses (±34,62). Os resultados referentes à evolução clínicademonstram que 48,48% dos pés apresentam escore clínicocorrespondente a um resultado “excelente”, 24,24% a um resultado“bom”, 18,18% apresentam um resultado “razoável” e 9,09% umresultado “pobre”. Em relação à presença de dor, os indivíduosreferiram um valor médio de 2,09 pontos. Conclusão: A maior partedos pacientes apresentaram boa evolução clínica e baixo nível dedor, após em média 138,24 meses de pós-operatório de neurectomiapor neuroma de Morton.
Publicado
18-12-2017
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##